Ameaça social: Reflexões

September 10, 2019

       

        Para compreender a ansiedade social, é fundamental entender a noção de "ameaça social". Pessoas com ansiedade social elevada se sentem constantemente ameaçadas pelos outros. Mais exatamente, pela avaliação que os outros farão dela. Aqui está a diferença. Qual?

   A preocupação  fundamental destas pessoas não está em uma ameaça física, como sofrer um acidente de carro, ser assaltado, a queda de um avião, altura, etc. Perceba que todas estas situações oferecem um risco ou um dano que pode ser considerado "físico". Por que? Simplesmente porque não envolvem a avaliação dos outros ou não colocam em risco a "imagem social" da pessoa. 

    Pense no seguinte exemplo: temos duas pessoas. Uma com fobia social e a outra sem fobia social. Ambas passam por uma situação de assalto, onde estão caminhando por uma rua relativamente deserta a noite e se deparam com um homem mau encarado que anuncia o assalto. Imagine que há algumas pessoas em volta. O fóbico social sentirá medo do dano físico claro, mas provavelmente ficará mais preocupado com o que os outros vão pensar dele sendo assaltado. Talvez como "bobo" ou "estúpido" por estar andando sozinho àquela hora. Talvez se preocupe até mesmo com o que o assaltante irá pensar dele, mais do que com o dano físico que pode sofrer.

      Enquanto isso, a pessoa sem fobia social não está nem aí para o que os outros pensam, muito menos para o que o assaltante pensa. A preocupação dela está em escapar viva do assalto, seja lá como for. Percebeu a diferença?

      Qual das duas preocupações lhe parece mais razoável? Este é ponto que quero chamar atenção. A ameaça social não é concreta e não pode lhe ferir realmente. Ela não tem uma base lógica que sustente uma ansiedade excessiva. Ou seja, aquilo que pensam sobre você e a forma como te julgam não pode te afetar realmente e não muda em nada sua vida.

      Esta ameaça, muitas vezes, está no campo da fantasia. Ou seja, "eu acho que o outro está me avaliando e isso é perigoso". Não há como saber o que o outro pensa, a menos que ele expresse de alguma forma. 

     Se forçarmos um pouco a barra, podemos até pensar que a expressão "ameaça social" não faz sentido, pois o "social" (a avaliação dos outros) não constitui uma ameaça real. Será que vale a pena gastar tanta energia se preocupando com uma ameaça que, no fundo, é ilusória?? Reflita se você não está gastando a sua energia ficando ansioso demais com algo que não é digno de tanta preocupação...

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

September 10, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags