Buscar
  • Pedro Gouvêa

A quem se destina a terapia comportamental?


Apesar do conhecimento psicológico e das terapias psicológicas terem avançado bastante nas últimas décadas, ainda há uma parte considerável de pessoas que não sabe exatamente o que é, como funciona e para quem se destina um processo terapêutico. Em primeiro lugar, é fundamental dizer que existem diversas formas de psicoterapia baseadas em diferentes teorias psicológicas e baseadas em diferentes formas de tratamento. Uma destas formas é a terapia comportamental. A terapia comportamental se diferencia da maioria das outras formas de terapia por ter uma base científica extremamente forte. Ou seja, a teoria que a sustenta e os métodos de tratamento são desenvolvidos e testados pelo método científico. De modo geral, um processo terapêutico comportamental constitui-se de uma entrevista inicial de avaliação, onde o terapeuta colhe informações sobre os motivos que levaram o cliente a buscar terapia - suas queixas - e também sobre outros eventos importantes da vida deste, como suas relações com a família, amigos, no trabalho, ou a ausência destas relações. Nesta fase inicial de avaliação, terapeuta e cliente interagem de forma dinâmica, e o primeiro já começa a formular algumas hipóteses sobre porquê o cliente apresenta as dificuldades que relata e como pode ajudá-lo a superá-las. O processo se desenvolve através de uma relação especial, íntima, de confiança, entre terapeuta e cliente, onde ambos são responsáveis pelas mudanças desejadas. O espaço terapêutico deve funcionar como um espaço livre para o cliente, no sentido de ele poder se expressar livremente, "ser ele mesmo", independente do que venha a ser trazido na sessão. Em psicoterapia, não há espaço para críticas ou julgamentos por parte do terapeuta. O papel deste é oferecer uma escuta diferenciada ao cliente, seja qual for a sua questão, e ajudá-lo a identificar os comportamentos, sentimentos, pensamentos e relacionamentos que se pretende obter, alterar ou desenvolver. A terapia comportamental é sempre individualizada, desenvolvida de modo único com cada cliente. No entanto, é provável que cada pessoa que busca uma psicoterapia esteja em sofrimento, maior ou menor, e este sofrimento sempre decorre da forma como tal pessoa se relaciona com o mundo. Esta forma de se relacionar com o mundo, por sua vez, é fruto de uma história de vida única e frequentemente marcada por traumas, situações difíceis, rejeições, ausência de afeto, e assim por diante. Então, mudar a forma de se relacionar com o mundo (no trabalho, no casamento, na escola, consigo mesmo, etc.) é FUNDAMENTAL!! Portanto, a terapia comportamental se destina a qualquer pessoa que deseje ter uma vida mais plena, gratificante, com significado, menos sofrida, aprender a lidar e a se relacionar melhor com aquilo que lhe causa dor, com seus medos e inseguranças, independente de qual venha a ser a questão. Não há restrição para buscar uma ajuda quando se trata de dificuldades emocionais, ainda mais nestes tempos difíceis. A terapia comportamental é para todos!!

#terapia #comportamental #ajudapsicológica

57 visualizações

Consultório Psicológico

(21) 3442-9910  (21) 98877-0787
  • w-facebook
  • w-blogger

Segunda-feira  09:00 - 20:00
Terça-feira        09:00 - 20:00   Quinta-feita     09:00 - 20:00