Buscar
  • Pedro Gouvêa

"RELAÇÕES TÍMIDAS": O QUE É ISSO?


Muito por acaso, estava assistindo um programa de TV informalmente, e vi alguém mencionando a expressão "relações tímidas". Nunca havia ouvido falar dela e achei bastante interessante no sentido de pensar o significado de tal expressão no contexto da timidez. Aprofundar ainda mais o entendimento da timidez como um comportamento contextual.

Note bem. Se você que estiver lendo esse texto for uma pessoa tímida, muito provavelmente deve apresentar esse comportamento em determinadas situações e outras não. Ainda que você seja muito tímido ou tímida na maior parte do tempo, deve haver algum momento, pessoa ou situação em que se sinta mais confortável e seguro(a) socialmente.

Essa é a ideia da timidez como um comportamento contextual, ou seja, dependendo das circunstâncias, a pessoa pode ficar extremamente tímida, mas, em outras, ela pode apresentar um comportamento até mesmo extrovertido.

Por exemplo, você pode ficar extremamente tímido ou tímida com pessoas desconhecidas e ser muito falante e desinibido(a) com membros da sua família. Ou você pode ficar tímido(a) com uma determinada pessoa - por diversas razões - e ter um comportamento desinibido com outras, onde se sinta mais à vontade - também por diversas razões.

Ora, sendo assim, não seria você o tímido ou a tímida, mas a relação que você estabelece com determinada pessoa ou situação que é tímida. Em outras palavras, com certas pessoas você consegue se sentir mais à vontade e com outras não, de forma que cada relação social que estabelecemos é única.

Se você quer superar ou aprender a lidar melhor com a sua timidez, comece a prestar atenção não na sua timidez em si, mas em quais relações você fica tímido(a). Quais circunstâncias ou pessoas te intimidam, te travam, bloqueiam a sua espontaneidade?

Segundo, reflita sobre os possíveis motivos pelos quais a relação que você estabeleceu com estas pessoas é tímida. NOTE BEM: Não é você que é tímido ou tímida, são as relações. O outro também tem um papel importante e faz parte da sua timidez. Será que a outra pessoa é muito extrovertida e isso te intimida? Será que ela te atrai afetivamente? Sua forma de olhar te inibe? Ela tem um status superior ou alguma posição de autoridade? Compreenda o papel do outro na sua timidez...

Terceira e última coisa. O que você pode fazer, dentro das suas possibilidades, para tornar estas relações mais descontraídas e menos tímidas? Quais comportamentos ou habilidades lhe faltam para que você reduza o seu número de relações tímidas e possa se relacionar de forma mais aberta com os outros? Espero que esta análise tenha sido útil para você ampliar a sua perspectiva sobre a timidez e refletir sobre possíveis caminhos de mudança...

#ansiedadesocial #timidez #fobiasocial #relaçõestímidas

0 visualização

Consultório Psicológico

(21) 3442-9910  (21) 98877-0787
  • w-facebook
  • w-blogger

Segunda-feira  09:00 - 20:00
Terça-feira        09:00 - 20:00   Quinta-feita     09:00 - 20:00