Buscar
  • Pedro Gouvêa

Como o mindfulness pode ajudar na fobia social?

Já abordei em alguns outros textos e vídeos que um dos principais erros de fóbico(a)s sociais é focar sua atenção no lugar errado. Como assim?

Geralmente, estas pessoas costumam prestar muita atenção nos seus próprios sintomas físicos de ansiedade quando em uma situação social. Além disso, ficam prestando atenção se os outros estão percebendo estes sintomas. E mais: Também ficam prestando muita atenção em seus próprios pensamentos negativos. E, por fim, costumam não prestar atenção ao que está sendo dito durante uma conversação, pois o foco da atenção está sobre os outros estímulos que mencionei.

Então reparem que, na fobia social, o processo de atenção é muito importante pois o fóbico social "não sabe utilizar bem sua atenção", digamos assim. Identificamos pelo menos 3 focos inadequados de atenção que as pessoas com fobia social costumam prestar atenção quase que automaticamente:

  • Autofoco (foco nos próprios sintomas de ansiedade e pensamentos negativos)

  • Foco na percepção dos outros sobre a ansiedade ("Será que estão percebendo que estou nervoso?")

  • Foco em estímulos irrelevantes do ambiente

Pois bem. Se há um problema atencional deste tipo na fobia social, uma estratégia que pudesse "corrigir" este foco inadequado seria muito bem vinda. É aí que entra o mindfulness.

O mindfulness pode ser definido como uma forma específica de atenção caracterizada por uma concentração total no momento presente, de forma intencional e sem qualquer tipo de julgamento. Envolve uma atitude não julgadora dos próprios sentimentos, pensamentos e sensações e uma consequente aceitação destes estados tais como eles se apresentam.

Na atitude de mindfulness, a pessoa evita se deixar levar por lembranças ou pensamentos sobre o futuro. O esforço é sempre manter a atenção no momento atual, com o qual podemos lidar concretamente.

Como a nossa atenção costuma funcionar no "piloto automático", ou seja, não nos damos conta de quais estímulos estamos concentrando a nossa atenção, o mindfulness propõe que a pessoa escolha intencionalmente e de forma consciente focar sua atenção plenamente no presente.

Não é objetivo aqui descrever detalhadamente a técnica. Mas basicamente, o sujeito inicia o processo focando a atenção na própria respiração, observa seus estados internos sem julgamentos ou avaliações sobre qualquer pensamento ou sentimento que lhe ocorra e abre mão de qualquer evitação destes estados, ou seja, "aceita plenamente o que lhe ocorre internamente". É semelhante a um estado meditativo.

A técnica pode ser muito útil nos casos de fobia social, uma vez que trabalha o processo atencional falho destes indivíduos e produz estados significativos de relaxamento com a prática diária. Em resumo, o mindfulness pode ser uma ferramenta poderosa no combate à fobia social e deve ser mais explorado nos contextos clínicos e de pesquisa com esta população.


#mindfulness #fobiasocial #ansiedadesocial #transtornodeansiedadesocial #timidez

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Consultório Psicológico

(21) 3442-9910  (21) 98877-0787
  • w-facebook
  • w-blogger

Segunda-feira  09:00 - 20:00
Terça-feira        09:00 - 20:00   Quinta-feita     09:00 - 20:00