Buscar
  • Pedro Gouvêa

ACT para transtorno de ansiedade social: Um breve panorama


Em termos de tratamento psicológico para o transtorno de ansiedade social (TAS), sabe-se que a terapia cognitivo-comportamental (TCC) é o tratamento já bem estabelecido para o quadro. No entanto, os estudos apontam que muitos indivíduos ainda apresentam sintomas residuais e muitos não respondem ao tratamento com essa abordagem.

Portanto, é relevante que tenhamos alternativas de tratamentos baseados em evidências. Uma destas alternativas que tem se mostrado eficaz no tratamento dos transtornos de ansiedade é a terapia de aceitação e compromisso (ACT) (ver https://www.pedrogouvea.com/post/terapia-de-aceita%C3%A7%C3%A3o-e-compromisso-act-que-terapia-%C3%A9-essa).

Embora a ACT não tenha tantos estudos controlados de eficácia para o TAS como a TCC, é possível constatar que ela constitui um tratamento, pelo menos, tão eficaz quanto a TCC para esse diagnóstico.

Por exemplo, um destes estudos avaliou a eficácia da ACT para o TAS generalizado e encontrou resultados significativos, como melhora dos sintomas de ansiedade social, redução da evitação experiencial e aumento do funcionamento e da qualidade de vida dos indivíduos.

Um outro estudo avaliou um protocolo de ACT em grupo para o TAS e também encontrou resultados positivos, como a redução da evitação experiencial, aumento da eficácia pessoal em situações sociais e redução dos sintomas ansiosos.

Um ponto relevante que eu gostaria de ressaltar é sobre o procedimento de exposição. No contexto da TCC tradicional, as exposições são realizadas com o objetivo de reduzir os sintomas de ansiedade, enquanto que na ACT o objetivo é fazer com que o cliente desenvolva uma postura de abertura para vivenciá-la em nome de fazer coisas valorizadas.

Esse ponto distingue claramente os objetivos clínicos das duas abordagens e é digno de nota em relação a exposição, uma vez que esta é a principal estratégia terapêutica para o TAS.

Além disso, a ACT é uma terapia baseada em valores e no desenvolvimento de ações compromissadas com esses valores. Isso talvez possa ser um "plus" em relação a TCC tradicional. Alguém poderia perguntar após os exercícios de exposição: "Ok, já não tenho mais os sintomas de ansiedade social, e agora? Qual caminho desejo seguir?"

Nesse sentido, a ACT oferece uma abordagem consistente de tratamento do TAS que já se provou eficaz, ainda que mais pesquisas sejam necessárias para avaliar os componentes específicos de mudança e compará-la a TCC.

Como recomendação final, se você pretende buscar ajuda terapêutica, procure sempre saber com qual abordagem de tratamento o profissional trabalha e se essa abordagem está inserida dentro dos tratamentos baseados em evidência para a sua dificuldade (terapias cognitivas e comportamentais em geral). Isso é um direito seu enquanto consumidor do serviço e é a sua saúde mental que está em jogo!!



Gostou do texto? Compartilhe para que mais pessoas tenham acesso!!


#ansiedadesocial #fobiasocial #timidez #terapiadeaceitaçaoecompromisso #terapiacognitivocomportamental #terapiascontextuais


Referências


Dalrymple, K. L., & Herbert, J. D. (2007). Acceptance and commitment therapy for generalized social anxiety disorder. Behavior Modification, vol. XX, nº X.



Ossman, W. A., Wilson, K. G., Storaasli, R. D., & McNeill, J. W. (2006). A preliminary investigation of the use of acceptance and commitment therapy in group treatment for social phobia. International Journal of Psychology and Psychological Therapy, vol. 6, nº 3, pp. 397-416.6, nº 3, pp. 397-416.


X, nº X.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo