Buscar
  • Pedro Gouvêa

A dinâmica do contato visual em uma interação social


É interessante observar que um comportamento aparentemente tão simples como fazer contato visual pode fazer uma enorme diferença no que diz respeito aos sintomas de ansiedade social. Neste artigo, pretendo desenvolver essa ideia e apontar alguns caminhos para a melhoria do contato visual.

A redução dos sintomas de ansiedade social, assim como a melhora das relações interpessoais podem ocorrer de forma significativa por meio do desenvolvimento de um contato visual efetivo. E por que?

Porque na medida em que você se sente tranquilo e confiante para "encarar" os outros nos olhos naturalmente, isso tende a produzir uma sensação de segurança e controle sobre as interações sociais. Consequentemente, isso pode facilitar muito o desenvolvimento de conversações sociais, abordagem de estranhos, aprofundamento da intimidade com outras pessoas e assim por diante.

Se você que está lendo este artigo se identifica com o diagnóstico de transtorno de ansiedade social (TAS), atente para isso: empreenda esforços para desenvolver seu contato visual!!

Além de tudo isso, o desenvolvimento de um contato visual efetivo pode afetar positivamente todo o seu repertório social! Ou seja, você pode começar a ter mais facilidade em manifestar respostas assertivas, falar com mais espontaneidade, discordar do seu interlocutor, etc.

Pois bem. De forma geral, a dinâmica da interação visual durante uma situação social ocorre de forma intermitente, como já apontei em outros textos. Ou seja, normalmente as pessoas fazem contato visual em intervalos regulares e não "ficam olhando o tempo todo nos olhos" ou "não olha nunca".

Nesse sentido, busque fazer contato visual direto por um certo período de tempo enquanto fala (cerca de 5 ou 6 segundos), desvie o olhar naturalmente (2 ou 3 segundos) e volte a fazer contato visual. Tente manter essa dinâmica ao longo de toda a interação. Atente-se para não olhar nos olhos excessivamente ou olhar muito pouco.

Por outro lado, enquanto você está na posição de ouvinte, o contato visual direto deve ser mais prolongado, pois isso gera a impressão de atenção e interesse pelo que o outro está falando. Portanto, faça um contato visual mais contínuo enquanto estiver ouvindo.

Se você começar a praticar essa dinâmica de interação visual diariamente, perceberá que o "contato visual ansioso ou evitativo" começará a dar lugar a um contato visual tranquilo e natural, aumentando significativamente a sua sensação de controle sobre as situações sociais! Mãos a obra!



Gostou do texto? Compartilhe para que mais pessoas tenham acesso!!


#ansiedadesocial #fobiasocial #timidez #habilidadessociais #contatovisual #terapiacomportamental

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo