Buscar
  • Pedro Gouvêa

Transite o seu olhar de forma intermitente e relaxada


A maioria das pessoas apresenta algum nível de ansiedade quando encara seus interlocutores nos olhos diretamente. Claro que isso depende muito da situação, do estado emocional do indivíduo no momento e de quem é o interlocutor. É muito diferente olhar nos olhos de um amigo íntimo durante uma conversa informal do que olhar nos olhos de um chefe durante uma situação tensa de repreensão.

Embora a maioria das pessoas apresente certa reticência em fazer contato visual, na timidez e na fobia social esta é uma dificuldade marcante e que pode atrapalhar muito as interações sociais. Muitos tímidos e fóbicos sociais tem verdadeira fobia de contato visual. Metaforicamente, eles sentem como se estivessem apontando uma arma para eles quando são observados. O olhar do outro pode representar quase que uma ameaça de morte.

Em função de ser uma dificuldade muito presente e muito incômoda na fobia social, venho me dedicando cada vez mais a tentar compreender e elaborar estratégias específicas para auxiliar estes indivíduos a superar essa dificuldade. Como a fobia social é um transtorno muito diversificado, considero mais útil me dedicar a um sintoma específico para fins terapêuticos. Neste texto, gostaria de compartilhar uma estratégia que pode ser útil para você.

Repare, em uma interação social, ninguém fica olhando fixamente o tempo todo para o interlocutor nem evita completamente o contato visual com ele. Um contato visual adequado é aquele que consegue equilibrar momentos de olhar para o interlocutor e momentos de desviar o olhar. À essa forma de olhar, damos o nome de "olhar intermitente", ou seja, olhar de vez em quando.

Mas quando devo olhar para o meu interlocutor e quando não devo? Veja, apesar de isso variar em função dos aspectos específicos da interação (e você deve estar sensível a esses aspectos), procure manter um olhar mais fixo quando seu interlocutor estiver falando, com poucos desvios. Quando você estiver falando, geralmente você pode desviar o olhar com mais frequência e se voltar para o interlocutor apenas de vez em quando. Isso trará fluidez para a interação.

Além disso, ao transitar seu olhar dessa forma, procure relaxar suas pálpebras voluntariamente. Isso ajuda a manter o olhar nos olhos do seu interlocutor por mais tempo.

Por fim, sempre observe a forma como os outros fazem contato visual e busque aprender com aquelas pessoas que você considera que tem uma boa habilidade em fazer isso. Se exponha ao contato visual, pratique e até mesmo brinque com seu olhar, transitando ele pelos diferentes olhares de diferentes pessoas!! Com o tempo, isso vai se tornando mais natural e menos ameaçador...

Gostou do texto? Compartilhe com mais pessoas que possam se interessar!!


#ansiedadesocial #fobiasocial #timidez #contatovisual #terapiacomportamental


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo